Luis Gonzaga Gomes

 

Ilustre macaense, nasceu em 1907 e faleceu na sua terra em 1976.

Personagem plurifacetada, dotada duma enorme sensibilidade para a arte e literatura, postulou, toda a vida, uma simplicidade franciscana. Filólogo por excelência, foi, durante duas décadas, Professor do Ensino Primário e Director da Escola Pedro Nolasco da Silva, assumindo-se, desde muito novo, como um esclarecido conhecedor da língua e da cultura chinesa.

 

Tradutor e intérprete de reconhecido mérito, verteu, em língua chinesa, “Os Lusíadas, contados às crianças”, elaborou o “Resumo da História de Portugal”, o precioso “Vocabulário Cantonense-Português”, assim como o “Vocabulário Português-Cantonense”.

 

A ele se deve também a tradução (1945/6) para a língua portuguesa do conhecido livro “Ou Mun Lei-Leok”, de autoria de Tcheng U Lám e Jan Kuong Iâm, dois altos funcionários chineses que no século XVII visitaram Macau e elaboraram pormenorizado levantamento sobre a administração, os usos e os costumes dos residentes estrangeiros.

Musicólogo de eleição, exerceu durante vários anos as funções de Director da Emissora de Radiodifusão de Macau, a par de outras como as de Conservador do Museu Luís de Camões (Macau), por si instalado na década de cinquenta, fundador e Director do Boletim do Instituto Luís de Camões (9 vol.), dos Arquivos de Macau (12 vol.), Tesoureiro do Grupo de Amadores de Teatro e Música, Secretário do Círculo de Cultura Musical, Chefe de Redacção da Revista “Renascimento”, Secretário do diário “Notícias de Macau”, etc., etc.

A par da vida cultural, Luís Gonzaga Gomes, que nunca negava a sua prestimosa colaboração, foi também Secretário da Associação e da União Desportiva Macaense, Presidente do Rotary Club de Macau, etc., bem revelado do seu altruísmo.

 

Deixe uma resposta

Close Menu